Qual é o momento certo para trocar o óleo do motor? Confira as dicas.

 em Artigos

Você que vive uma rotina acelerada com seu carro, deve saber o quanto é importante a troca de óleo para o bom funcionamento dele, certo? Mas será que você conseguiria identificar o momento certo  para fazer essa manutenção?

Para responder esta e outras dúvidas sobre o serviço, separamos 6 dicas para você ficar de olho e evitar qualquer problema em relação a troca de óleo.

Por que trocar o óleo?

O carro é um verdadeiro quebra-cabeça e possui milhares de peças que precisam de lubrificação para que não se desgastem e tudo continue em perfeito funcionamento.

Porém, devido a rápida e frequente troca de calor no motor, o óleo vai perdendo a qualidade, o que não é recomendado. Por isso é mais do que necessário essa troca periódica.

É importante lembrar também que o óleo precisa ser exatamente o indicado para seu veículo, pois existem características específicas que fazem a diferença em todo o mecanismo da máquina.

Se a troca é necessária, faltar óleo então é algo que não pode acontecer. Essa situação coloca em risco o carro e a sua segurança, além de não ser nada econômico.

6 dicas sobre a troca de óleo do carro

1 – Identifique o óleo correto para seu veículo

A partir da primeira troca de óleo realizada, você precisará ficar atento ao produto utilizado e manter o mesmo padrão para as próximas trocas. 

Como mencionamos anteriormente, cada motor tem fatores específicos e, por isso, usar o óleo certo é imprescindível.

Nunca misture óleos com características diferentes, isso é super prejudicial à vida útil do seu carro.

Dê atenção também a textura do lubrificante. A perda da viscosidade é um indicativo de que está na hora de fazer a troca.

2 – Não perca o prazo para a troca

Você já deve ter notado que, quando é realizada a troca do lubrificante, é fixado um adesivo no vidro dianteiro do seu automóvel. 

Nele contém o prazo certo para a próxima manutenção, baseado na qualidade do óleo e fatores específicos do motor.

Normalmente este prazo é a cada cinco mil quilômetros para óleos de base mineral, dez mil para semissintético e vinte mil para sintético.

Não realizar a troca dentro deste prazo estipulado pode ocasionar problemas como aumento no consumo de combustível, até falhas graves, como superaquecimento do motor.

3 – O real significado da cor e textura diferenciada

Existem muitas lendas e mitos envolvendo estas características do óleo e você não pode acreditar em tudo o que ouve.

Por exemplo, você sabia que o óleo escuro significa que o mesmo está desempenhando bem a função?

Pois é, diferente do que circula por aí, na verdade esse tom mais escurecido mostra que o lubrificante está agindo e não que ele precisa necessariamente ser trocado.

Outro ponto a se destacar é a textura. Como já falamos, reparar na viscosidade é importante.

Mas para analisar, é necessário que seja feito na hora certa. Caso contrário, ele pode estar mais fino do que o normal e você acabará julgando que precisa ser trocado, sem haver a real necessidade.

4 – Consulte o manual do seu veículo

Antes de abrir o capô do seu carro para fazer qualquer mediação, é extremamente necessário que você leia o manual do veículo.

Esse documento é peça chave para você descobrir tudo sobre o funcionamento. Afinal, o tempo e a quilometragem para substituição do lubrificante varia de acordo com o modelo do automóvel.

5 – Economizar nem sempre é a melhor opção

Às vezes, por não terem todas estas informações em mãos, alguns motoristas adiam a troca de óleo do carro por achar cara ou então tentam economizar com lubrificantes duvidosos.

O problema é que tais ações podem gerar ainda mais custos e o serviço não costuma ser tão caro quanto estes motoristas imaginam.

Tudo vai depender do tipo de óleo utilizado, mas em suma, você não gastará mais do que R$ 200 para o procedimento.

Se optar pelo óleo sintético, apesar de valor mais alto, o seu rendimento também é maior.

6 – Tenha uma concessionária autorizada de confiança

Para finalizar, aquela história de “faça você mesmo” aqui não deve ser aplicado.

Checar o óleo realmente é uma ação simples, mas o ideal mesmo é que esta checagem e a própria troca seja feita por profissionais que tenham sua total confiança.

O ambiente, o clima, a pressa e outros fatores podem contribuir para uma análise e substituição incorreta.

Além disso, existem questões de segurança para você mesmo. 

A nossa recomendação é que o serviço seja feito em um local confiável e de qualidade, como a Umuarama Concessionárias.

Além do serviço de primeira, você conta com um time de especialistas, que vão cuidar do seu veículo como ninguém. 

Confira mais sobre a troca de óleo e outros serviços.

Seu carro merece todo o cuidado!

Neste artigo você aprendeu que se preocupar com a troca de óleo é sim importante e que precisa ter cuidados redobrados.

Afinal, muitos problemas podem ser evitados ao realizar a substituição na hora certa, com o produto ideal e por um profissional.

Lembre-se: preservar a vida útil do veículo é a melhor forma de economizar e garantir qualidade durante a utilização do carro.

Recommended Posts

Deixe um comentário